Embaixadores - Nicolas Sangiacomo - Inst-Mauá
Logon
Estudante de Mauá recebe certificado do idioma espanhol com habilitação à atividade profissional, durante graduação de Engenharia na Espanha
  • Nicolas Sangiacomo, graduando de Engenharia Civil no Instituto Mauá de Tecnologia, estudou por cinco meses na Universidad Carlos III de Madrid, na cidade de Leganés, e recebeu um diploma que lhe permite trabalhar e estudar na Espanha

  • Programa de bolsas Ibero-Americanas Santander Universidades, promovido pelo Santander Universidades, foi tão enriquecedor para o Nicolas, que ele pretende realizar um novo intercâmbio no futuro

Nicolas Sangiacomo-cidade de toledo.jpgArquivo Pessoal

Aos 20 anos, o morador do município de Santo André, da Grande ABC Paulista (SP), Nicolas Sangiacomo, graduando de Engenharia Civil no Instituto Mauá de Tecnologia, teve a oportunidade de descobrir várias vertentes de sua área de estudo, enquanto esteve na Espanha, além de reforçar os seus conhecimentos no idioma espanhol e aprender a conviver com pessoas de diversos lugares do mundo.

Essa oportunidade na vida de Sangiacomo foi decorrente de sua participação no programa de bolsas Ibero-Americanas Santander Universidades 2013, voltado para estudantes de graduação de universidades ibero-americanas, que tem o objetivo de fortalecer a internacionalização da atividade acadêmica, criar novas frentes de colaboração e reciprocidade, fortalecer o intercâmbio bilateral e estreitar o relacionamento entre universidades ibero-americanas, por meio da construção de um espaço de conhecimento socialmente responsável. "O programa foi uma ideia sensacional, que proporcionou a melhor experiência da minha vida, e com certeza da vida de muitos outros. Magnifico o Santander", diz.

Suas boas notas o levaram a ser um dos escolhidos do programa. Durante o inverno europeu, Nicolas realizou o curso de graduação em Engenharia, na Universidad Carlos III de Madrid, na cidade de Leganés, de janeiro a junho de 2014.

Os cinco meses de aula na Espanha lhe renderam a ampliação de conhecimento em sua área de atuação e no idioma espanhol. Como resultado de sua dedicação, ele recebeu o Certificado Nebrija, um diploma de língua espanhola para trabalhadores estrangeiros, documento que comprova que o aluno consegue se comunicar no idioma e que está apto a trabalhar na Espanha. A conquista motivou Nicolas a planejar seus planos futuros no exterior. "Pretendo realizar outro intercâmbio para ampliar meus conhecimentos, pois com esse programa que o Santander me proporcionou, eu aprendi diversas coisas e quero aprender ainda mais", afirma.

Em meio a tantas novidades dentro e fora da universidade, como o contato com uma língua diferente e novos conceitos técnicos da Engenharia, Sangiacomo também aprendeu a conviver melhor com as pessoas, a ser mais tolerante e a se adaptar a novos ambientes.

Na sala de aula, ele estudou Tecnologia Ambiental (estudos de tecnologias sustentáveis na engenharia); Fundamentos de Gestão Empresarial, que proporcionou uma base de como Nicolas pode investir e gerenciar uma empresa; Engenharia Ferroviária, que abordava toda parte mecânica das construções de veículos ferroviários, além de se aprimorar no idioma espanhol. "A partir do momento que você é o único estrangeiro numa sala de aula e apresenta um trabalho em grupo, para a sala toda, isso faz com que qualquer apresentação realizada aqui no Brasil, tanto no emprego quanto na faculdade, se torne mais fácil", lembra.

Para ele, tudo foi sensacional, mas a infraestrutura da cidade de Leganés e o clima da região foram as características do lugar que mais o atraíram.

 

Serviço

Mais informações sobre o Programa Santander de Mobilidade Internacional:

www.santander.com.br/universidades
www.santanderuniversidades.com.br/bolsas
www.facebook.com/SantanderUniversidades
@santander_br