Embaixadores - Maria Eduarda Laranjeira - Unesp
Logon

Maria Eduarda Laranjeira - Unesp

Experiência acadêmica em Portugal ajuda a conquistar bolsa de estudos na Capes
  • Após realizar um intercâmbio na Universidade do Porto, Maria Eduarda Laranjeira, graduada em Ciências Biológicas, na Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho', ganhou uma cota no projeto de iniciação científica da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior                                                      
  • Beneficiada pelo programa de bolsas Luso-brasileiras, promovido pelo Santander Universidades, a jovem enriqueceu seu currículo acadêmico, conheceu pessoas e lugares, fez contatos profissionais e visitou parentes que moram no país
    Maria Eduarda Laranjeira-1.jpg Arquivo Pessoal

Motivada pela oportunidade de aprender mais e se tornar uma profissional bem preparada para o mercado de trabalho, Maria Eduarda Laranjeira, graduada em Ciências Biológicas, com habilitação em Gerenciamento Costeiro, na Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho' (Unesp), foi a Portugal estudar Biologia na Universidade do Porto. O intercâmbio, que ocorreu no período de setembro de 2012 e fevereiro de 2013, ajudou a conquistar a tão almejada bolsa de estudos na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Além disso, ela conheceu lugares e pessoas, estreitou relacionamento com especialistas e visitou familiares que moram no país.

Para concretizar essa experiência, a jovem, que na época tinha 22 anos, teve o apoio do programa de bolsas Luso-brasileiras Santander Universidades 2012, voltado para estudantes de instituições de ensino federais e estaduais brasileiras. A iniciativa tem o objetivo de estimular a cooperação educacional e cultural entre Brasil e Portugal, por oferecer bolsas de estudos em universidades portuguesas.

A fim de enriquecer seu currículo acadêmico, Maria Eduarda escolheu quatro disciplinas do curso de Biologia da Universidade do Porto, que não fazem parte da sua grade no Brasil, mas que foram reconhecidas como optativas pela Unesp. Por meio da matéria Botânica Florestal, ela aprendeu um pouco sobre cada tipo de ecossistema, a morfologia e fisiologia de plantas, as principais espécies das florestas portuguesas e seu uso comercial. Já em Biologia dos Invertebrados, ela estudou a vida destes animais, enquanto em Aquacultura, compreendeu como é realizado o cultivo, a criação e comercialização de peixes de cativeiro ou não. A última das cadeiras e a mais atrativa para a estudante foi Marketing Agro-Alimentar, por ser interdisciplinar e envolver conhecimentos de agronomia, economia, psicologia e publicidade, ao revelar como promover produtos agrícolas no cenário português. "Achei que as aulas foram bem didáticas, com uma quantidade menor de conteúdo, o que meu deu chance de me dedicar bastante a cada assunto. Hoje, trago essa metodologia comigo e quando vejo que estou fazendo muitas coisas ao mesmo tempo, ou que quero saber tudo de uma vez, paro, direciono o meu foco e recomeço", diz.

A jovem conta que, nesta viagem, também conheceu muitos lugares e pessoas, e fez contatos profissionais importantes para sua carreira. "Gostei muito da receptividade dos portuenses, da estrutura da cidade, do transporte, da qualidade, da beleza cênica e do custo de vida não tão alto. Além disso, meu falecido pai e meu avô materno nasceram em Portugal, portanto tenho muitos familiares que moram no continente. Embora eu já tivesse ido lá outras vezes, esse intercâmbio me deu a possibilidade de visitar novamente boa parte desses parentes, o que para mim foi incrível".

Assim que retornou ao Brasil, Maria Eduarda já colheu frutos dessa experiência, considerada mérito acadêmico. Ela conquistou a tão desejada bolsa no programa de iniciação científica na Capes, um órgão da fundação do Ministério da Educação (MEC), que investe na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado). "O próximo passo será dedicar-me à realização de um mestrado fora do país, em algum lugar que ofereça mais possibilidades na área de Biologia Marinha", planeja.

Serviço

Mais informações sobre o Programa Santander de Mobilidade Internacional:

www.santander.com.br/universidades
www.santanderuniversidades.com.br/bolsas
www.facebook.com/SantanderUniversidades
@santander_br

Central de Atendimento

Consultas, informações e transações.
4004 3535
(CAPITAIS E REGIÕES METROPOLITANAS)
0800 702 3535
(DEMAIS LOCALIDADES)
0800 723 5007
(Pessoas com deficiência auditiva e de fala)

SAC

Reclamações, cancelamentos e informações:
0800 762 7777

(CAPITAIS E REGIÕES METROPOLITANAS)
Atende pessoas com deficiência auditiva e de fala no 0800 771 0401

Ouvidoria

Se não ficar satisfeito com a solução apresentada:
0800 726 0322

(CAPITAIS E REGIÕES METROPOLITANAS)
Disponível de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h , exceto feriado. Atende pessoas com deficiência auditiva e de fala no 0800 771 0301