Embaixadores - Jairo Araújo - UFPA
Logon
Intercâmbio na cidade do Porto permitiu a estudante do Pará organizar um seminário internacional e ampliar área de pesquisa
  • Evento sobre Turismo e Esporte, que contou com a participação de 50 convidados, incluindo professores da Espanha, foi o desafio vivido por Jairo Araújo, graduando de Educação Física na Universidade Federal do Pará (UFPA), durante o programa de bolsas Ibero-Americanas, promovido pelo Santander Universidades

  • Jovem pôde ampliar a sua linha de estudos sobre obesidade e ainda passou para a segunda etapa do programa Ciência sem Fronteiras

Jairo Araujo-cachecol-cinza-2.jpgArquivo Pessoal

Uma lista de conquistas no âmbito acadêmico, profissional e pessoal foi o que trouxe Jairo Araújo, graduando de Educação Física na Universidade Federal do Pará (UFPA), de um intercâmbio realizado em Portugal, na cidade do Porto. O professor de Modalidades Fitness em academias, aos 23 anos, ampliou os seus conhecimentos sobre obesidade, organizou um seminário internacional, passou para a segunda fase de um programa de estudos do Governo Federal e aprendeu a sobreviver fora do seu país de origem ao lado de pessoas do mundo todo.

Toda a experiência foi possível pelo fato de Jairo ter sido um dos aprovados no programa de bolsas Ibero-Americanas Santander Universidades 2013, voltado para estudantes de graduação de universidades ibero-americanas, que tem o objetivo de fortalecer a internacionalização da atividade acadêmica, criar novas frentes de colaboração e reciprocidade, fortalecer o intercâmbio bilateral e estreitar o relacionamento entre universidades ibero-americanas, por meio da construção de um espaço de conhecimento socialmente responsável. Além do curso, a bolsa incluiu o valor de três mil euros para despesas com moradia estudantil, passagem aérea, alimentação e passeios culturais. "Ótima iniciativa. Vejo com ótimos olhos, pois não é qualquer banco que oferece ajuda financeira para alunos irem ao exterior. Foi gratificante. Parabéns ao banco!", afirma.

A aula "Educação para saúde", que abordava o tema obesidade, destacou-se na programação didática de Araújo durante a sua graduação em Educação Física, na Faculdade de Desporto na Universidade do Porto, entre fevereiro e junho de 2013, por ser um assunto que desperta o seu interesse para o desenvolvimento de uma pesquisa no futuro. "Sempre me interessei pelo treino aeróbio, indicado para o combate da obesidade, que hoje já pode ser considerada uma doença crônica. Durante o intercâmbio, um doutor especializado em Educação Física repassou muitas informações sobre o tema. Além disso, eu vi na prática a alta frequência do consumo de fast foods, comum na Europa e nos Estados Unidos, segundo os livros que eu li. Foi aí que decidi me entregar ao estudo da obesidade", explica.

Mas o ápice dessa experiência foi a organização do "I Seminário Internacional de Gestão Desportiva e Turismo", da disciplina de Gestão, que contou com a participação de 50 convidados, incluindo professores da Espanha convidados por Jairo e sua equipe. Direcionado a estudantes de Economia, Esporte e áreas relacionadas, o evento tratou da relação do esporte com o turismo como, por exemplo, os jogos olímpicos e a Copa do Mundo. "Essas competições não atraem pessoas apenas para a apreciação dos jogos, mas também pela oportunidade que os eventos dão de serem em cidades muito desejadas pelos turistas", explica. 

Foram dois meses de planejamento para organizar todos os detalhes do seminário, como a comunicação, a infraestrutura, até a elaboração do questionário de satisfação do congresso. "Foi amadurecedor e um privilégio ter organizado um evento internacional. Tanto pelo fato de ter sido em Portugal como por ter trazido, exclusivamente, um professor da Espanha", conta.

Além do crescimento acadêmico, profissional e do alcance de maturidade emocional, o intercâmbio proporcionou conquistas no aspecto internacional a Jairo. Participar do programa Ibero-americanas contribuiu para que ele fosse promovido para a segunda etapa do programa Ciência Sem Fronteiras. Depois de participar do intercâmbio em Portugal, o desejo do professor em estudar no exterior tornou-se ainda maior.